♥ Vídeo: indicação de livro ♥

Nenhum comentário




Oiê! Tudo bem com você? 

Hoje vou falar de uma assunto que é o meu xodó: contação de histórias infantis!!! Acho muito mágico todo esse universo, porque, como mãe, as histórias me ajudam muito quando quero falar sobre determinados assuntos com meus filhos (já recorri a elas várias vezes). Além disso, a contação é uma ótima forma de estimular o hábito da leitura nos pequenos.

Agora, uma dificuldade enorme é encontrar livros que transmitam mensagens legais, não é? Mensagens leves, agradáveis e com propósito. Já me deparei com vários livros lindos por fora e, quando cheguei no fim da história, me apresentam uma mensagem mais que preconceituosa, por exemplo. Levei um susto danado. Já até achei livro sem final, acredita? Parece até que o autor esqueceu de concluir a história.

Por isso resolvi trazer esse livro que me encantou desde o título: porque ele é lindo por fora e mais lindo ainda por dentro.



Já fiz uma verdadeira declaração de amor por ele lá no insta (@praquememae) e resolvi mostrar os detalhes dele num vídeo lá no canal do bloguito no youtube. Estou começando agora e ainda estou engatinhando, hahaha.

Trouxe esse tipo de conteúdo para cá porque sempre quis conhecer de verdade os livros antes de comprá-los, pra não gastar dinheiro à toa, sabe?

O diferencial dele é que tem uma parte voltada especialmente para os pais, e existem poucas produções editoriais assim no mercado. A maior parte das histórias é focada no trabalho do professor e os pais acabam ficando de fora, meio perdidos, sem orientações de como trabalhar a história em casa, e todo o conteúdo que ela traz. 

Nesse livro o autor tem essa intenção. Ao final de cada história, ele sugere um roteiro que orienta os pais, por meio de perguntas e sugestões de ações, de que maneira eles podem trabalhar melhor o conteúdo da história com os pequenos. É bem legal, vale a pena conferir o vídeo.




Muito incrível, né? Sou fã desse livro e dos temas que ele aborda.

E você, tem algum livro para me indicar? Aceito sugestões.  ;)


Obrigada pelo carinho e até  próximo post.



♥ 10 razões pelas quais devemos criar tempo para nós ♥

Nenhum comentário
Minimundo, Gramado-RS
Olá mãesocaaass! Tudo bem por aí? Na correria? É, te entendo. Ainda bem que passou por aqui para conversamos.

Hoje vou te dar 10 razões para criar para nós mesmas. Sim, mãe também precisa de desconço. Exercermos nossas função 24h/dia, 365dias/ano e quando mesmo que recarregamos nossas baterias? Sempre priorizamos as viagens com os meninos, as festinhas que eles gostam, nem marcamos a saída com as amiga poque não queremos deixar eles "sozinhos" e, no final, acabamos por não dedicarmos tempo para nós mesmas. Viajar sme eles então? Jesussss... é a morte! E isso é bem ruim e temos que pensar de maneira diferente. 

Olha só o que me preocupava:

* Com quem vamos deixar para podermos viajar?

* E se acontecer alguma coisa? Eu estarei longe?

* Não vou me divertir pensando em como eles estão?

* Tem que ser uma viagem rápida

* E se eles tiverem pesadelos?

* Mas ele vão sair da rotina... e agora?


Enfim, são muitas as questões que passam pela nossa cabeça antes de saímos. Mas, como disse, precisamos repensar essas questões.

A primeira vez que viagem sem meus filhos, o meu mais velho tinha 1,5 anos e estava grávida de 3 meses da minha caçula. Claro que foi super difícil ficar longe, nos primeiros dias pensava demais dele (como estava? Está comendo bem? Dormindo bem?), mas depois comecei a me divertir, a resgatar a mim mesma (porque depois de tanto tempo sendo mãe, até já tinha me esquecido de como era ser eu mesma... sem filhos), a aproveitar uma viagem linda como uma adulta, fazendo programas de adulta e depois de poucos dias eu já estava lidando bem com a culpa de ter saído sem ele.

Gramado, fevereiro de 2018

Claro que continuei sentindo saudades, é meu filho, mas percebi que eu também preciso ser cuidada e não só cuidar de alguém. Percebi que eu me divertindo, vivendo, experimentando também estava fazendo um bem danado para meu pequeno porque eu estava enchendo meu tanque de amor próprio e cuidados próprios, me mimando mesmo, e isso me deixaria uma mãe melhor na volta. Com certeza voltei dessa viagem uma mãe melhor para meu filho, simplesmente porque me cuidei um pouco. Também precisamos disso.

E sabe o que percebi? Que ele estava ótimo sem mim! Ele ficou com minha mãe, a pessoa em quem mais confio na vida para deixar meu filhos; estava dentro da rotina, estava com saúde, tinha comida, casa, cama quentinha, amor e carinho... por que mesmo eu devera ficar preocupada? Sei que o ♥ fala mais alto nessa hora e que não somos tão racionais assim, mas me policiei para pensar bem racionalmente mesmo (até mesmo para poder conseguir me afastar por tanto tempo, foram 12 dias -  muitooooo tempo para minha primeira vez, hahaha). Fui bem racional para poder conter meu ♥ e dizer que meu pequeno ficaria bem cuidado.

Mas, tadinho, ele vai sentir muita saudade!! Sim, vai. Mas também faz parte. Precisamos ensinar a nossos filhos a saber lidar com esse tipo de ausência. Isso é até saudável, eles precisam aprender a lidar com esses sentimentos porque na vida adulta vão precisar deles. E quem melhor do que nós, mães, para ensinarmos isso com todo o carinho e amor do mundo? Ninguém!  :)

Gramado, fevereiro de 2018
E outra: se você tem uma rede de apoio na qual confia e que está disponível para te ajudar, porque ficar sofrendo com isso? Não precisa, guarde seu sofrimento para sofre com algo que valha mais a pena, acredite.

Uma estratégia que me deixou mais aliviada e 'presente' enquanto eu viajava foi ligar para casa da minha mãe. Falava com ele (ligação internacional) 2x por dia: manhã e noite, antes de ele dormir. Só sei que do meio da viagem prá lá, quando eu ligava, ele já falava assim: "mamãe, não posso falar agora porque estou ocupado vendo desenho". Foi nesse momento, eu escutei sininhos tocando nos meus ouvidos. Ele estava tão bem, mas tão bem que nem precisava (e a palavra é precisar mesmo) falar comigo. O que eu fiz? Me acabei na viagem todaaaa... hahaha (com os cuidados que uma grávida de 3 meses requerem, né?).

Então, se organize, conte com sua rede e não deixe de aproveitar a vida porque você está exercendo  esse papel lindo que é maternidade.


Ai vão minhas 10 razoes preferidas:


1- VOCÊ MERECE!

2- VOCÊ PRECISA! (Largue essa ideia de mãe perfeita e eternamente disponível. Isso não é real.)

3- Melhora (e muito) sua autoestima

4- Você precisa estar bem para cuidar bem dos seus pequenos

5- Seu filho vai sobreviver porque você escolheu pessoas da sua confiança para cuidar dele na sua ausência

6- Quando você está bem consigo mesma, você estará bem com seu filho também

7- A sua rede de apoio vai cuidar bem dele. Não como você (aceite), mas vai cuidar.

8- Você vai perceber que está aproveitando a vida mesmo com filhos pequenos

9- Você se torna mais organizada e aprende a eleger prioridades nos papéis que exerce (mãe, esposa, você mesma, profissional, etc.)

10- O maridão/namorado/ficante agradece


Gramado, fevereiro de 2018

Agora é só arregaçar as mangas e descobri estratégias para fazer isso acontecer. Posso trazer algumas sugestões no próximo post, :)  


beijos e beijos,


♥ Organização + Lista TO DO ♥

Nenhum comentário
Olá, mãesooooocas!!! Tudo bem com vocês?
E o Carnaval? Muita folia? Ou você é do meu time: unidos do NetFlix? hahaha...

Nesse feriadão, tirei um tempinho só para cuidar de mim e do meu ♥.

Os pequenos ficaram com o pai. E foi ótimo mesmoooo, estava precisando. Acho que todas nós deveríamos nos presentear com alguns dias assim. Voltamos uma mãe melhor, não é? Posso falar mais sobre isso depois.

Mas o papo hoje é outro: ORGANIZAÇÃO.

Depois que me tornei mãe virei a mulher das listas. Aconteceu só comigo ou mais alguém aí se identifica? Tenho lista de pendências, lista de compras, lista de coisas para fazer no dia, na semana, lista de presentes para comprar, listas, listas e mais listas. Acordo e penso: preciso fazer uma lista das coisas que tenho que fazer hoje.

Na verdade, não é bem assim. Eu precisei, desde que os pequenos nasceram, me organizar (e com antecedência) para poder realizar todos os projetos e tarefas que eu gostaria de executar. E, na maior parte das vezes, funciona: consigo mesmo. Claro que há dias, semanas, que saem do 'controle', mas, no geral, com uma boa organização consigo executar mais coisas e com mais calma, e isso é muito importante para mim.

No entanto, recentemente percebi que eu gosto de coisas bonitas. Como assim? Percebi que tenho mais vontade de realizar o que está na lista se a lista estiver escrita em um papel mais bonitinho, em um papel mais enfeitadinho. Sei que pode parecer coisa boba, mas me sinto mais motivada assim. Então, resolvi investir em itens de papelairaaaaaa. Uruuuu, que felicidadeee!!! Vamos às compras!!

Que frustração, gente! Tudo extremamente caro. Um bloquinho lindo custa 3x mais que o simples, sem enfeite, sem graça. Caro demais da conta. Mas ainda queria um papel bem bonitinho para fazer minhas famosas listas... então, quem-quer-faz! :)

Arregacei as mangas e criei uma lista bem fofinha e linda que tem me ajudando bastante. E queria compartilhar com vocês essa lindeza toda. Ela está numa linha preto e branco porque estou numa onda meio minimalista, menos é mais, e também para baratear para quem for imprimir, né? Afinal, o bolso não precisa ser tão afetado para termos coisas fofas.


♥ 1ª parte
Criei um espaço para anotar as 4 tarefas que TENHO que fazer naquele dia. Eu TENHO que fazer, se não ela vai, cedo ou tarde, virar uma urgência na minha semana. 

Essa parte também é legal porque me treina a pensar em prioridades. Dentre as 347 tarefas que tenho para resolver no dia, tenho que saber priorizar as mais importantes. Isso é essencial para manter o foco. E geralmente são poucas mesmo, 4 está ótimo, e vou empurrando elas com a barriga porque, por alguma razão, são as que tenho mais preguiça de resolver. Mas preciso fazer, TENHO que fazer, caso contrário uma hora vou precisar daquilo resolvido e não vou ter feito.


♥ 2ª parte
A lista propriamente dita. Seja objetiva e não escreva muito... para ser prática mesmo tanto da hora de ler quanto de escrever.

Ao invés de:    marcar dentista para crianças
Prefira:          dentista kids

Você disse a mesma coisa, com menos palavras e entendeu da mesma maneira. É assim.


♥ 3ª parte
Percebi que muitas mães têm dificuldades em beber água: ou porque não lembram ou porque não gostam. Particularmente, bebo bastante. E minha estratégia é simples: sempre tenho um copo (ou garrafa) graaaande e bonito (beleza me motiva, hahaha..,) onde estiver: trabalho ou casa. Confesso que na rua não levo uma garrafa dentro da bolsa porque esta já é pesada o suficiente, mas dentro da minha rotina, consigo beber até 2,5litros/dia mesmo saindo por algumas horas de casa.

Mas sei que algumas mãesocas têm essa dificuldade. Então, criei uma espécie de rastreador de água: cada vez que você beber um (a) copo/garrafa, você marca um X no desenho. Controle da maneira que achar mais fácil para você: copo de 200ml, de 300, garrafa, goles, como for. O importante é anotar. Claro que quanto mais você beber por vez melhor, mas não se cobre tanto: melhor fazer pouquinho que não fazer nada.


Clique aqui para fazer o download no arquivo (PDF).


Lindo, né? Imprima vários e faça um bloquinho ou coloque num lugar mais fácil para vocês (escritório, geladeira). 

Espero de verdade que ajude na sua organização diária. Se quiserem outros modelos, comentem aqui que faço e disponibilizo, tá bom?

beijos e beijos,


♥ Carvanal 2018 * Fantasias ♥

Nenhum comentário

Olá, mãesocas! Animadas para o carnaval deste ano? Uruuuu....



Aqui em casa as coisas estão devagar. Os meninos estão crescendo e não veem mais taaaanta graça assim em fantasias. A Elisa (6) ainda vai, mas o Artur (8) quis ir todo de preto pro bailinho de carnaval da escola. #crescendorapidodemais




Olha a carinha dele nessa foto! Detalhe: tive pagar 2,00 para ele sorrir, hahaha...
Já a Elisa, rum! Essa daí ama se fantasiar (sorte minha :) ).



Mas eu não desisto. Adoro carnaval, bailinho e fantasias. Por isso trouxe hoje algumas inspirações de fantasias (algumas super fáceis de fazer) pra este ano. 















Boa folia, beijos e beijos...