♥ Quem quer receber cartinha do Papai Noel? ♥

Nenhum comentário


Olá mãesocas!!!

E este ano tem mais uma edição do: Papai Noel escreve cartas. 👏✨👏✨

Todos os anos, o bloguito envia cartas assinadas pelo Papai Noel para quem quiser! Simples assim. A intenção é fortalecer a imaginação dos pequenos com relação ao lado mágico que cerca está data. 🎅

E é bem simples participar:

1. Mande um e-mail para praquememae@gmail.com até o dia 14/12/2017.

2. Coloque os seguintes dados no e-mail: nome da (s) criança (s), idade e endereço completo com CEP. 

3. Receba sua cartinha em casa e curta esse momento.🎅✨

4. Será enviada uma cartinha para cada criança e em envelopes diferentes.

5. Não tenho como mandar a carrinha se não forem atendidos TODOS os critérios do item 2, ok?

6. Não consigo mandar cartinhas postadas depois do dia 14/12, tá bom?

7. Publique a reação dos pequenos ao receber a cartinha para eu poder me divertir com você, 😊. Adoro mesmooo ver a reação dos pequenos.
Use #praquememae😉

Ho-ho-ho! 

♥ Hidratação caseira + cronograma capilar ♥

Nenhum comentário


Final de semana passado eu postei no stores insta (@praquememae) uma receitinha caseira de máscara para tratamento capilar e fiquei de vir aqui compartilhar a dica.

A ideia aqui é apresentar uma misturinha de hidratação prática e fácil de preparar e, especialmente, de manter dentro do seu cronograma capilar. Sim, porque essas coisas muito elaboradas, cheio de produtos e detalhes não são comigo não. A coisa aqui é tosca mesmo, na base da praticidade hahaha...

Misture:

♥ óleo de coco
(não muito)

♥ uma máscara da sua preferências 
  (estou usando essa da Dove e estou adorando)


 Deixe no cabelo por 20 min e lave normalmente


A quantidade de creme vai depender do tamanho do seu cabelo, ok?

Eu gosto de usar aquelas toucas térmicas da vovô (a minha é essa daí, ó), mas tem muitos profissionais que dizem que não é boa porque podem ressecar os fios. Vou deixar aqui um bom artigo para você lê e ter a sua própria opinião. Eu, particularmente, gosto. 

Minha touca térmica


Para facilitar, ai vai uma sugestão de cronograma capilar. Ele é recomendado para cabelos pouco danificados, tudo bem?





E você, tem alguma dica mara para hidratação das madeichas? Deixe aqui nos comentários que vou adoro trocar figuirinhas.  :) 

Beijos e até o próximo post.

♥ Um processo - minimalismo ♥

Nenhum comentário

Há muito venho me sentindo incomodada com a quantidade de coisas que tenho. Quando me mudei para o meu apartamento atual, que é bem pequeno, tive que reavaliar o que é realmente é essencial para o meu dia-a-dia porque não tinha espaço para tudo. 

Foi aí que percebi que tinha (e ainda tenho) mais do que preciso. Pois bem, comecei a doar muitas coisas porque achei que, assim, eu iria resolver meu problema de espaço. Mas neste fim de semana, tive um estalo: abri o baú da minha cama e percebi que tudo o que tinha ali dentro (o baú está lotado) eu não havia usar neste ano.

Levei o maior susto com isso! Gente, se não usei no último ano é porque não preciso de nada daquilo. Sempre tive uma regrinha básica aqui em casa: se não usei no último ano, é porque não preciso, ou seja, posso doar. E me vi em frente a um baú cheio de coisas que não usei e, consequentemente coisas das quais não preciso, só ocupando espaço e pretendo a energia das coisas (acredito nisso).

Por coincidência, assisti ao documentário Minimalism: a documentary about the important things e comecei a me reconhecer como uma pessoa com tendências minimalistas (já já explico). Depois de ver o filme, ler alguns artigos, comprar vários livro pela internet (ainda não os li, mas estou louca para começar) e ver alguns vídeos no Youtube sobre o assunto, percebi que talvez eu não seja uma pessoa totalmente adepta ao minimalismo, como os protagonistas do documentário, mas venho praticado, há muito tempo e sem perceber, o minimalismo. Por isso disse que sou uma pessoa com tendências minimalistas porque ainda não aplico o minimalismo em todas as áreas da minha vida.

Documentário disponível no Netflix

Veja bem: 

   * estou sempre doando as coisas
   * não sou de acumular
   * se compro uma camisa, doo outra
   * nos aniversários dos pequenos sempre retiramos o que podemos doar (para fazer espaço para os          novos brinquedos)
   * sempre digo: 'MENOS É MAIS'
   * gosto de poucos móveis em casa (prefiro ter espaço livre para transitar)
   * sempre fui muito pártica no meu guarda-roupa

Enfim, me reconheci como uma pessoa com traços minimistas. Não que essas coisas determinem uma pessoa com o estilo de vida assim, mas me reconheci por causa dessas caraterísticas no início desse processo. Não sei se consigo ser como os protagonistas do filme (se não viu, recomendo muito que veja), mas estou me descobrindo para ver até onde eu vou.

E não está apenas reflacionado ao descarte (também percebi isso), que na minha avaliação é o primeiro passo. Mas também a questão do consumo consciente. Venho consumindo conscientemente, (dentro no que consigo inserir na minha rotina, claro), já há algum tempo. E não tinha a menor ideia que isso fazia parte de um estilo minimalista de levar a vida.

Não estou aqui dizendo que isso é bom ou ruim, que todos deveriam ser assim, destralhar, consumir o que precisa, cada um tem suas descobertas... só estou constatando que estou nessa fase e que isso veio muito forte em mim. 


Por isso, pessoal, irei mudar algumas coisas na minha vida e gostaria de compartilhar todo o processo com vocês. Hoje sei muito pouco sobre o assunto, fiz muito pouco. Estou apenas sentindo essa necessidade de começar. E acho muito interessante mostrar o processo do zero para, talvez, estimular mais alguém que também esteja na mesmo fase que eu. :) (quem sabe?)

Não sei exatamente quais mudanças estão por vir (consumo, estilo de vida, casa, organização, relacionamentos, filhos, trabalho, redes sociais), como elas serão aplicada na minha rotina, mas vou mostrando tudo aqui na medida em que forem acontecendo.



Então, se alguém tiver algum livro, filme, documentário, artigo ou qualquer outra fonte de informação sobre o assunto, adoraria que deixasse nos comentários porque estou na fase de conhecimento teórico da coisa para pode me apropriar melhor do conceito e das práticas e entender o que funciona e o que não funciona para mim.

Um grande beijo e até o próximo post.

♥ Outubro Rosa ♥

Nenhum comentário
"Nasce uma mãe e morre uma mulher". Escutei essa frase outro dia e fiquei chateada. Gente, eu não concordo, e vocês? Luto com todas as minhas poucas forças que me restam no fim do dia para ter um pouco de cuidado comigo. Seja uma máscara capilar, uma hidratação no cabelo, um cinema kas amigas, um Netflix da vida, qualquer coisa que eu queria fazer PARA MIM e POR MIM!

Passamos o dia por conta do nosso trabalho, seja ele dentro ou fora de casa, e envolvida com a rotina dos pequenos, tentado ser o máximo presente possível, dentro das limitações da cada uma. Temos que ter algum cuidado conosco para não enlouquecermos, né não?

E digo mais: uma mãe que cuida de si, que se gosta, que está com seu tanque* cheio de amor próprio tem melhores condições de oferecer esse amor para os outros. Arrincaria dizer que somos mães melhores quando nos mantermos mulheres bem cuidadas. Estou falando de cuidados amplos aqui, tá bom? Como cabeça (estudos, projetos pessoais, trabalho), corpo (atividade física, unha, cabelo) e mente (meditação, religião).

Vou aproveitar o ensejo da conversa para falar de um evento bem nessa linha de cuidar de nós mesmos. 

A Lord do Conjunto Nacional (Brasília) está promovendo um evento imperdível de valorização de nós, mulheres. É uma comemoração em grande estilo do Outubro Rosa que, nesse caso, celebra valorizando super mulheres. Elas, apesar de terem enfrentado situações bem difíceis, não se deixaram abater e continuam firmes e fortes nos cuidados pessoas.




O evento contará com manicures, pedicures, cabeleireiros, promoções de produtos e uma palestra para lá de didática com a Sexóloga Ana Darla, que irá tirar as dúvidas das participantes.

O evento acontece hoje, dia 24, e nos dias 25 e 26 de outubro das 14 às 18h. Não precisa agendar seu horário, é só chegar e aproveitar.

Nos vemos lá então? 

*  Recomendo muito a leitura desse livro: As cinco linguagens do amor. Lendo você vai entender direitinho o conceito do tanque cheio.


Beijos e até o próximo post

♥ Série de exercícios matinais ♥

Nenhum comentário



Depois  da comilança que foi o dia das crianças (almoço, piquenique, sorvetes e tudo mais) que tal pensarmos em nós.

Sei que a pressão pra ter um corpo bacana não é lá essas coisas, mas fazer atividade física também é super bom para mantermos nossa autoestima na estratosfera, né não? Nem vou investir minhas linhas na importância dela, porque isso todo mundo já sabe, mas quando nos exercitamos nos sentimos mais bonitas poderosas, diga se não é? Além sentirmos aquela sensação gosto de estarmos cumprindo nossas metas. Eu pelo meno sempre tenho 'atividade física regularmente' entre as minhas. E você?

O problema é que nem sempre temos tempo ou com quem deixar os pequenos para irmos à academia. Por isso que trouxe hoje alguns vídeos rápidos do YouTube que eu costumo fazer pela manhã no pé da cama, como gosto de dizer.

Levanto 15min mais cedo antes de acordar os pequenos e faço em casa mesmo. Confesso que já estou sentindo a necessidade de alguma coisa mais forte, tipo puxar peso mesmo (porque já malho assim há uns 2 anos), mas enquanto não resolvo me matricular, vou praticando essa série em casa. Super recomendo e é melhor do que ficar parada.

Comece com esses alongamentos:



Agora vamos brincar. Gosto dessa série da Pugliesi (clique na foto para ver o vídeo) porque gasto muita caloria e é super rapidinho de fazer.



Agora esse é para manter o bumbum em ordem (a foto nada a ver é porque achei linda mesmo). Se prepara porque esses exercícios doem um bocadinho, mas vale a pena, miga!



Pronto, não temos mais desculpas para não malhar mais. Sim porque não é porque somos mães que temos que deixar de ser mulheres e nos cuidarmos, né não? 

Mas, devo confessar, cansei só de fazer o post, hahaha. Mas é assim mesmo. No início foi mais difícil, mas consegui (e se eu consegui, você também vai, acredite). Lembre-se que para tornar essa prática uma hábito precisa fazer por 7 semanas seguidas, ok?

E pode deixar que quando começar a notar os resultados, vai querer continuar e não parar mais!

Então força na peruca e simbora começar essa série manhã! ;)


Beijos e até o próximo post.


♥ 5 programas para o dia das crianças ♥

Nenhum comentário


Amanhã é o grande dia, e você já puxou dali e daqui e está sem saber o que fazer com essa meninada, diga se não é?

Tcham-ram! Eis que este post veio te salvar, hahaha.

Para começar bem o dia: café-da-manhã na cama! Eles adoram e se sentem super especiais. Claro que nesse dia podemos oferecer algumas guloseimas, mas não exagere porque o dia será longo.


Sugestão para o café-da-manhã:

♥ Todinho, suco ou água de coco
♥ Misto quente
♥ Iogurte preferido (danoninho, chandelle e por aí vai...) (pode colocar granola, se ele gostar)
♥ Cookies (caseiros e/ou industrializados - hoje pode ;)  )
♥ Flores (para alegrar)
♥ Um bilhetinho ou uma plaquinha com o um recadinho bem amoroso (quem não gosta?)

Agora que a barriga está forrada, é hora de gastar toda essa energia. Aí vão 5 sugestões de passeios/atividades:


1. Fazer uma trilha


Encontre um lugar bem legal com muito obstáculos e leve as bikes para tomarem um banho de poeira. As crianças adoram esses passeios, especialmente acompanhados pelos pais. E serve o parque da sua cidade mesmo: vá na frente e crie os obstáculo.

Lembre-se se levar:
♥ Portetor solar
♥ Garrafinha d'água
♥ Boné



2. Tarde de brincadeiras

Junte o máximo de crianças que conseguir (familiares, amiguinhos da escola) e faça com eles várias atividades artísticas, digamos assim. Olha só o que pode fazer:

♥ Brincar com massinha de modelar
♥ Pintar um quadro
♥ Contar histórias com dedoches (os menores adoram!)
♥ Caça ao tesouro
♥ Solte bolinhas de sabão

Se conseguir reunir todos ao ar livre fica mais gostos ainda, né?



3. Faça uma receita com seu filho


Que delícia, não é? E os pequenos adoram ir para a cozinha. Faça eles participarem de todo o processo: leve-los até o supermercado para escolher os ingredientes (se for uma feira, melhor!), deixe eles misturarem os ingredientes, bater, cortar... tudo com muito cuidado e carinho para evitar acidentes. 

Enquanto esperam aquecer/esquentar/congelar, joguem um joguinho de cartas ou de tabuleiro (para fugir um poco dos eletrotônicos).

Depois preparem uma mesa linda, sirvam e aproveitem!


4. Piquenique!

Quem me conhece sabe que sou um piquiniqueira profissional. Tenho a toalha quadriculada vermelho e branco, tenho uma cesta enorme de 'madeira', tenho uma cesta térmica para as bebidas, tenho uma suqueira e por aí ei sigo. A-do-ro piqueniques. Inclusive essa será a minha atividade com os meninos amanhã.




Aqui, tenho algumas dicinhas valiosas que aprendi fazendo-e-errando mesmo. Escuta só:

♥ Chegue cedo! Assim você consegue uma boa sombra e pode voltar para casa na hora do almoço, quando o sol está beeem quente e as crianças mortinhas de tanto brincar

♥ Não leve frutas ácidas (laranja, limão, abacaxi); o sumo delas em contato com o sol pode queimar a pele. Prefira melancia, uva, banana, maçã, pera, morangos, etc.

♥ Evite alimentos que precisam ser mantidos refrigerados, como requeijão, presunto, iogurte. Eles podem fazer mal se comidos quentes e o sol normalmente é bem forte. Se optar por leva-los, como logo no início do piquenique

♥ Para brincar, sugiro: bicicletas, bolas, bexigas cheias de água (para fazer guerrinha, eles amam!), bola de sabão...

♥ Lembre-se do PROTETOR SOLAR e um boné

♥ Leve bastante suco e muita, muita água mesmo. Se achar que é suficiente, leve mais um pouco porque correr, jogar bola cansa e dá muita sede.

♥ Leve mais de uma toalha para se sentar: sempre cabe mais um! 

♥ Leve saquinhos plásticos par recolher o lixo que produziu no final,  ;)


5. Clube ou praia

Essa é a opção mais refrescante. Tem também os parques aquáticos, para quem tem parques aquáticos próximo. Aqui em Brasília temos muitas cachoeiras com trilhas bem curtas e divertidas para as crianças.




Bom, depois disso tudo, peça para os meninos escolherem um bom restaurante para o almoço, do gosto deles mesmo, comam bem e voltem para casa para tirar aquele cochilo. Até o mais guerreiro contra o sono vai se entregar fácil depois de passeios tão intensos.

E, se ainda te sobrar energia, um cineminha com eles no fim do dia seria ótimo!

Eu realmente prefiro proporcionar experiências interessantes e divertidas neste dia. Acho mais legal que presente por uma série de razões: nós economizamos, não estimulamos tanto o consumismo, quase nunca temos tempo de fazer essas coisa com eles, etc. 

Mas caso não dê para fazer nada disso, um presentinho cai bem também.

Muito clichê,mas vou dizer: aproveite para soltar a criança que tem dentro de você e curta esses momentos com seus filhotes.


Feliz dia dos pequenos!


Beijos e até o próximo post


♥ Lancheira Saudável ♥

Um comentário

E hoje é dia de lancheira! Uruuu....

Toda mãesoca que prepara as lancheiras todos os dias, sabe como temos que ser criativas nesse momento.

Primeiro para proporcionar uma variedade bacana de alimentos para os pequenos; segundo porque é chato demais repetir lanche toda a semana, né não? Eu pelo menos não sou fã de comer purê toda a segunda, inhoquê toda terça, mandioca toda sexta, por exemplo.


Por isso temos que ter alguns cardápios na manga, assim... prontos para serem usados. Eu tenho 4 cardápios fixos. Caso eu esteja sem ideias, recorro a eles. Claro que quando acontece de ter uma coisinha diferente em casa, eu deixo o cardápio para lá e coloco o item na lancheira. Ter um cardápio (ou uns) para as lancheiras não é uma obrigação, é apenas um guia, um norte no caso de a coisa apertar. 

Mas, vez por outra, me pego sem saber direito o que é uma lancheira saudável. Tenho mais ou menos uma noção, mas como estamos comemorando a semana do dia das crianças, resolvi tirar minhas dúvidas com uma profissional da área. 

Para isso, convidei a nutricionista Ana Elisa Aguiar Ramos* (CRN 1-2489) para batermos um papo sobre o assunto. 

Pqm: O que deve conter numa lancheira para que ela seja considerada saudável? Cite 3 exemplos de alimentos que podemos usar.
Ana Elisa: Isso vai depender do café da manhã ou do almoço da criança. Mas o básico de uma lancheira é a fruta, uma proteína e fonte de gordura boa, como:

♥ Fruta com castanhas
♥ Cuscuz com ovo e água de coco
♥ Iogurte natural (adoçado com melado de cana, açúcar mascavo ou de coco)
♥ Granola
♥ Frutas da estação


Pqm: Eu não costumo colocar suco de caixinha, nunca. Mas há aqueles que se propõem a ser mais naturais. Eles são realmente sem conservantes? Podemos usar?
Ana Elisa: Alguns sim, mas devemos tomar muito cuidado pois a embalagem, que pode ser revestida de alumínio (Tetra Pack), um metal bem pesado. E o outro ponto negativo é o tempo de processamento do suco. Depois de algum tempo a grande maioria dos nutrientes já foram perdidos.



Pqm: Aqui em Brasília vejo muitas crianças levando pão de queijo (o famoso pão de queijo mineiro) para o lanche. É muito gorduroso ou não?
Ana Elisa: Sim, é gorduroso. Mas para levar de vez em quando para variar não tem problema. Uma vez a cada 15 dias não há risco, principalmente se a criança não estiver acima do peso ou com problemas 
de colesterol alto, muito comum ultimamente.


Pqm: O que devemos evitar numa lancheira saudável?

Ana Elisa: Em geral, alimentos industrializados, como:

♥ Sucos de caixinha
♥ Salgadinhos industrializados
♥ Pipoca de microondas
                                                  ♥ Bolos industrializados
                                                   ♥ Biscoitos recheados



Pqm: Posso preparar tudo no dia anterior?
Ana Elisa: Pode! Use também o congelador para as preparações que demandam mais tempo. No dia, é só descongelar.


Pqm: Às sextas-feiras, gosto de mandar uma bobagens para meus pequenos, afinal são crianças, do tipo doces, salgadinhos, pipoca de microondas. Quantas vezes por semana posso mandar bobagens (doces, salgadinhos, etc).
Ana Elisa: Nenhuma! Deixe esse tipo de guloseima para as festas que quase sempre são inevitáveis,


Pqm: Quais as melhores frutas para se colocar nas lancheiras e por quê?
Ana Elisa: Todas! Qualquer fruta é sempre bem-vinda, principalmente as que a crianças mais gosta. Asim, temos a certeza de que ela lanchou direitinho.

Para as frutas que oxidam quando descascadas, como maçã, abacate e banana, basta colocar um pouco de suco de laranja ou sumo de limão por cima da fruta.



Pqm: Existe um modelo de lancheira mais adequado?
Ana Elisa: Uma fonte de carboidrato, uma de gordura e uma de proteína.



Pqm: Qual a melhor maneira de se conservar o suco natural?
Ana Elisa: Garrafas térmicas são uma ótima alternativa.



Pqm: Há alguma dica para conservar o lanche até ele ser consumido, seja ele quente, como tortas salgada, ou frio, como iogurtes?
Ana Elisa: A lancheira térmica é a adequada. Até porque da hora que a lancheira é arrumada em casa até a hora do lanche, é muito difícil ultrapassar 3 horas.


Pqm: Pode sugerir um cardápio de uma semana de lancheira saudável?
Ana Elisa: Sim, aí vai:

♥ Fruta com castanha
♥ Cuscuz com ovo e água de coco
♥ Torta salgada de liquidificador de carne moída e vegetais com suco de fruta natural
♥ Sanduíche de pão integral ou tapioca de queijo branco com tomate cereja, azeite e orégano + fruta
♥ Bolo integral de banana com água de coco
♥ Banana com aveia e cacau


Olha outra sugestão:

Fonte: www.macetedemae.com.br


*****


Nossaaaaaa!!!! E eu achando que tava abafando com as minhas lancheiras de sextas-feiras, hahaha.

Descobri que preciso rever meus cardápios e inserir a proteína porque não coloco uma todos os dias. Assim que eu refizer, vou postar aqui no bloguito, combinado?

Ana Elisa (que nome lindo, né?, Elisa é a minha pequena, rs...), muito obrigada mesmo pela entrevista. Você é muito gentil.

E para quem quiser ajuda para montar os cardápios das lancheiras, entra em contato com a Ana. Ela atende nesses número aqui: (61) 3273-9950 (Clínica Ibed) e (61) 3344-1205 (consultório).








* Ana Elisa é formada pela Universidade de Brasília (UnB), atua na área de produção de alimentos, desde 2002, na área materno-infantil, funcional, clínica, esportiva e obesidade.








Beijos e até o próximo post.