Perdi o primeiro dentinho do meu filho: e agora?

Meu filho mais velho vem perdendo os dentinhos, já está no terceiro. E aconteceu um fato muito interessante na queda do primeiro dente. Estávamos no supermercado e, de repente, eu escuto:
 - Mãe, meu dente caiu!

Me desesperei na hora por dentro: o primeiro dente dele caiu no supermercado??? Não acredito! E agora, como vou achar isso nesse lugar enorme???

Mas não podia deixar transparecer que estava desesperada e morrendo de raiva. Justo eu, que guardo o primeiro de qualquer coisa que vocês imaginarem: mecha de cabelo, trabalhinho, pintura, etc. Não ia guardar justamente o dentinho!!??? 

- Não se preocupe, meu filho, disse bem calma como se soubesse o que estava fazendo. Vamos voltar e achar seu dentinho. Vai dá tudo certo.

Já estávamos na filha para pagar do supermercado lotado. Virei para trás e fiz minha cara de mãe-mais-preocupada-do-planeta e disse:

- O senhor poderia guardar o nosso lugar? (no plural para ele se comover porque eu estava com uma criança). É que o primeiro dentinho dele acabou de cair e queríamos voltar lá para procurar.

Ele me olhou com um cara de peninha e disse:

- Claro, vá tranquila.

Saímos correndo para a sessão que meu filho achava que perdeu e quando chegamos havia uma máquina carregando as prateleiras (era um atacadão, sabe?). Ela podia já ter esmagado o dente dele, fora que a maior parte da sessão estava interditada, não podíamos entrar para procurar. Começamos a procurar como se ninguém estivesse ali e logo logo alguém perguntou:

- O que estão procurando?

- O dente do meu filho, respondi. É o primeiro dentinho dele e achamos que caiu por aqui em algum lugar.

Prontamente os trabalhadores da sessão desligaram a máquina e em menos de cinco minutos estávamos todos procurando o bendito dente. Infelizmente não achamos.

Voltamos para a fila e eu pensando: o que é que eu vou fazer agora? Como a fada do dente vai trazer o dinheiro para ele se não temos mais o dente? O dente estava mole há um tempão e sempre contamos a versão clássica da história do dente debaixo do travesseiro. 


Assim que terminei essa frase no meu pensamento ele vira para mim com os olhos cheio de lágrimas e pergunta:

- Mamãe, será que a fadinha do dente vai me dá o dinheiro? Eu não tenho meu dente para colocar debaixo do travesseiro.

Na mesma hora me veio um insight que acredito que só mãe tem nessas horas

- Claro que vai, meu amor. Sabe o que nós vamos fazer? Vamos escrever uma cartinha para ela explicando o que aconteceu. Tenho certeza que ela vai entender. Afinal, ela vê tudo, não é mesmo?

Na mesma hora as lágrimas que estavam quase caindo dos olhinhos dele voltaram-se para dentro e ele me deu um sorriso mais gostoso do mundo:

- É mesmooo. Podemos fazer isso!

E foi uma felicidade total. Quando chegamos em casa, ele mesmo escreveu a cartinha e a colocamos debaixo do travesseiro na hora de dormir.

No dia seguinte havia 10 dinheiros no lugar da cartinha. Ele ficou tão feliz que passou uma semana falando disso para todo mundo. E mostrando a banguelinha também, né? Uma graça.


Então fica a dica para quem perder o dentinho, rs.

Bem que você poderia me contar se já passou por uma situação parecida não é? Como resolveu? Escreve me contando...

beijos, beijos e até o próximo post

Cidália

Nenhum comentário

Postar um comentário