Download: coisas boas acontecem

Nenhum comentário
Olá pessoas lindas... tudo certo?

Hoje quero falar que achei na net uma imagens muuuuuito legais para quem quer imprimir e fazer uns quadros bem legais e fofinhos. As imagens não são minhas, os créditos ficam por conta do site www.coisasboasacontecem.com.

Vou disponibilizar todas elas logo abaixo. Olha só alguns modelinhos de molduras legais que dá para fazer:






Para não fazer aquela meleca com furadeira,
use uma fita bem forte. Recomendo a da marca 3M


São essas as imagens:











Não são realmente fofas e criativas?


beijos e beijos e até o próximo post
Cidália


*Este post não é publieditorial, optei por falar do site porque gosto mesmo do trabalho deles.

O que tem no leite materno?

Nenhum comentário

O leite materno é um fluido bastante complexo composto por aproximadamente 87% de água e outras dezenas de nutrientes em menor teor. Existe variação entre os leites de mulheres diferentes, dependendo de sua alimentação, do ganho de peso durante a gestação, da duração da gestação (se o bebê nasceu prematuro ou não), etc.

O leite materno passa por vários estágios ao longo do tempo: quando o bebé nasce, produz colostro que passa a leite de transição (4 a 5 dias após o parto) e, posteriormente a leite maduro (15 dias após o parto).

Cada 100 ml de leite materno contém cerca de 70 kcal e o leite também sofre variações de acordo com o estágio da amamentação e durante uma mesma mamada (o leite é mais aguado no início, havendo aumento do teor de gorduras ao final da mamada).  Por essa razão não se deve oferecer um peito e pouco tempo depois, uns 5 a 10 min, oferecer a outra mama porque, assim, seu pequeno mamou apenas água (primeira parte do leite).


]A gordura, o leite com ´sustância´ mesmo, como diria minha avó, vem depois. Ele é mais grosso e tem o cheiro mais forte porque contém as gorduras e as proteínas necessárias para seu bebê ganhar peso. 

Resumindo: nos primeiros os momentos da mamada sai um leite mais agudo, composto basicamente por água; no segundo momento sai o leite mais grosso, que alimenta seu pequeno.

Já ouviu alguém dizendo: ´mas eu dou as duas mamas e ele ainda continua com fome´. Vai ver essa mãezinha está trocando muito rápido de peito e o bebê está mamando apenas a parte mais aguada do leite. Procure oferecer uma mama até ela secar para, em seguida, passar para a outra.


Colostro
Durante os primeiros dias após o parto, a mulher produz um leite especial de aspecto espesso, pegajoso e amarelado. Ele contém grandes quantidades de anticorpos e fatores de crescimento e atua como uma primeira imunização.
O colostro tem um efeito laxante que ajuda o bebê a expulsar o mecônio (as primeiras fezes) e a prevenir a icterícia neonatal. Veja aqui o post que fiz sobre o colostro.

Soro
Quando o leite começa a aparecer, nos primeiros 5 a 10 minutos.
Substância aquosa, rica em lactose – sacia a sede do bebê rico em ocitocina (que acalma o bebê).

Leite de transição
5 a 10 minutos de mamada seguida.
Líquido rico em proteínas – ossos e desenvolvimento cerebral.

Leite maduro
15 a 18 minutos após o início da mamada.
Creme gorduroso.
Rico em calorias e muito grosso – o que contribui diretamente para o aumento de peso do bebê.


Se pensarmos nos alimentos que comemos, encontramos 3 componentes principais:
          - Proteínas
          - Gorduras
          - Hidratos de carbono





Espero que tenham gostado, até o próximo post.

beijos e beijos,
Cidália

Lancheira saudável

Nenhum comentário
Meu filho mais velho estuda à tarde e prefiro que ele leve o lanche de casa. Poderia comprar na escola, mas não optei por isso porque ele como muito bem. É desses que pede para levar coxinha de frango, brócolis e tomate cereja para a escola. Prometo fazer um post para explicar como consegui essa façanha!

O fato é que sempre procurei preparar uma lancheira saudável para ele. Quando eu era pequena, minha mãe só me dava dinheiro para comprar lancha na cantina da escola se eu comesse o lanche da lancheira durante toda a semana.

É claro que de segunda à quinta eram só alimentos saudáveis (frutas, sanduíches leves, suco) e na sexta (como era eu quem comprava) comia só besteira: refri, salgadinhos, doces, etc. Então, foi desse jeitinho que adotei aqui em casa: se comer o lanche que eu mandar durante a semana, deixo meu filho escolher o lanche dele nas sextas-feiras (a escola dele não tem cantina). 

E é claro que ele só escolhe bobagem. Mas fico feliz porque ele já lanchou bem a semana inteira... e todo mundo precisa de um dia de ‘pé na jaca’, né?

Mas cheguei a um ponto que não tenho mais criatividade para preparar lanches tão variados assim. Então, depois de algumas pesquisas, adorei um modelo de lanche ideal:

         - 1 fruta
         - 1 carboidrato
         - 1 suco
         - industrializado (estou revendo, explico o porquê)

E a regra é a seguinte: só pode comer o industrializado se comer a frutinha primeiro. O carboidrato pode ser um bolo caseiro, um misto quente ou um sanduíche de presunto, queijo, tomate e alface; o suco sempre faço de frutas/polpa, nunca mando de caixinha. O ideal seria fazer suco da fruta, mas não consigo. No industrializado costumo colocar 4 biscoitos recheados ou aqueles bolinhos da Bauducco.

Recentemente, a pediatra dele disse para retirarmos os industrializados, então tenho optado por pão de queijo, barra de cereal (sem chocolate), salada de frutas, bolos variados, milho cozido, biscoito de queijo, torradinhas com geleia, sequinhos, tapioca, castanhas, etc.

Para o suco ficar geladinho por mais tempo, sempre coloco na garrafinha aqueles gelinhos eu não derretem, tipo esses:


Esses vendem em qualquer loja de 1,99 ou de utensílios para casa.


Também costumo colocar na lancheira um gelo maior, que também não derrete, quando mando Danone ou iogurte para a escola, como esse:



Este ai eu comprei numa loja que vende produtos para diabéticos.

Em breve coloco aqui um cardápio semanal com os lanches montadinhos para facilitar a vida de todas nós.


beijos e beijos,
Cidália

* Este post não é publieditorial.

Preparando-se para o segundo filho: 3 de 3

Nenhum comentário
 E para finalizar a série, vamos falar de empoderamento.

Notei que meu filho mais velho adora elogios (quem não gosta?). Então, quando estava grávida, comecei a dizer coisas com as quais ele se sentisse grande, importante e útil. Tudo para quando a pequena nascesse ele não se sentisse deixado de lado.

Falava coisas do tipo:

- Meu filho, agora você é o irmão mais velho, precisa fazer as coisas bem direitinho para que sua irmã aprenda com você.


- Você já é grande, quem é bebê agora é sua irmã. 


- Ensine para ela como se faz (tal coisa). Você já aprendeu, né?


- Sua irmã me disse que gostou muito quando você explicou para ela o que era isso. (detalhe: ela tinha uns 6 meses)


- Você pode pegar aquela roupinha/fralda/pente para mim, por favor? Você já sabe pegar a roupinha/fralda/pente da sua irmã né?


- Filho, coma tudo aí pra sua irmã ver como é raspar o prato!



- Olha, filha, olha como seu irmão sabe guardar os brinquedos dele. Fique olhando para você aprender quando crescer.



- Filho, agora que você já é rapaz, pode me ajudar a lavar os pezinhos da sua irmã. Que tal? (e deixava ele lavar o pé dela)


Nunca pesquisei a fundo sobre o assunto para saber se é recomendado ou não fazer isso, mas deu super certo. Ele se sentia importante, empoderado mesmo. Frases como essas iam deixando ele mais seguro e ensinando, aos poucos e com sutileza, que cada um deles têm o seu lugar na família e que um não vai ocupar o lugarzinho do outro.

É isso, meninas. Com essas três dicas acho que dá para fazer uma boa preparação. Não tive muitos problemas e ele sempre foi bastante carinho com a irmã. 

E vocês têm alguma dica para compartilhar?


Espero que tenham gostado. Até o próximo post.


beijos e beijos,

Cidália

Inspiração de hoje

Nenhum comentário

Feitos com rolinhos de papel higiênicos.
Pintados por dentro de colorido e por fora de branco.
Uma tinta spray ajuda muito nessas horas.

Sugestões de fantasia (para comprar)

Nenhum comentário
Olá mãezocas, tudo bem com vocês?

Vai fazer o que nesse domingão?  Que tal começar a pensar na fantasia do seu pequeno (caso ainda não tenha comprado, claro!).

Este é meu último post da série ‘empolgação total com o carnaval de 2015’, então aí vão as inspirações de hoje:




adorei!


fofo demais!
















guento um trequinho desses?



Amanhã, segundona, é dia de bater perna e usar toda essa inspiração nas lojas, rs.

Beijos e beijos,
Cidália

30 máscaras de carnaval para imprimir

Nenhum comentário
Mais um post resultado da minha total empolgação com esse carnaval, rs.

Que tal aproveitar o fim de semana para preparar aquela máscara de carnaval? E que tal chamar as crianças para ajudar? Eles vão adorar e, de quebra, vocês fazem uma atividade juntinhos...

Materiais (minhas sugestões ou o que tiver em casa mesmo):

Cartolina ou EVA
Cola colorida
Cola branca
Lantejoulas (não pode faltar)
Penas (se não tiver não tem problema)
Elastex ou barbante (para amarrar)
Botões
Canetinhas


Clique na figura para ampliar e fazer o ajuste no tamanho. Não se preocupe se ficar um pouquinho desconfigurado, sua decoração esconderá a imperfeição.
































































Para copiar...





  
Agora é só fazer e mandar uma fotinho para o bloguito.

beijos e beijos,
Cidália