Meu filho faz Kumon

Dia desses, uma amiga aqui do trabalho ficou admirada porque colocamos nosso filho (5 anos) no Kumom. "Nossa! Ele é pequeno demais para isso", ela disse.

Então, quando meu pequeno completou 4 anos decidimos colocar ele no Kumon porque queríamos que ele adquirisse disciplina e concentração nos estudos. Ora, em algum momento da vida vamos precisar estudar durante 8 ou 10 horas por dia para passarmos em alguma prova (vestibular, Enem, concurso público). E essa disposição não se adquire de uma hora para outra. Eu mesma senti muita dificuldade quando tive que estudar 10 horas por dia... é duro. Não que eu queria que meu pequeno passe tanto tempo estudando hoje, claro que não, mas ter disciplina para estudar é fundamental para qualquer bom profissional do futuro (e de hoje também).

O método (vou me restringir às crianças, ok?) consiste em levar um pouquinho de tarefa para fazer em casa todos os dias. São 5 folhinhas (em média) com exercícios similares que ensinam os pequenos a contar e a ‘desenhar’ os números (ele ainda não chegou na fase das continhas). Ele faz tarefa de domingo a domingo, vai ao Kumon 2x por semana e, quando não vai, leva tarefa para casa. A ideia é treinar um pouquinho todos os dias, é assim que a criança adquire o hábito de estudar, a disciplina de estudar um pouco todos os dias. É uma questão de se habituar a treinar todos os dias...

Depois que ele entrou no Kumon, descobrimos que o método também proporciona o autodidatismo, isto é, com treino e persistência a criança aprende a estudar sozinha. Achei fantástico isso! Meu filho faz de matemática e já vi progressos largos na escola regular. No início queria colocá-lo em Português e Matemática, mas fui orientada pela Sônia (coordenadora da unidade) a colocar em uma única disciplina porque ele tinha 4 anos (na época) e ia ficar com muitas atividades no contra turno.


Para nos ajudar a compreender melhor o método, conversei com a Orientadora do método Kumon - unidade do Sudoeste (Brasília - DF), Sônia Maria Rosa Grande.

Pra quem é mãe (Pqm):
Qual é de verdade a finalidade do kumon? Que ganhos reais ele oferece para uma criança?

O Kumon tem por objetivo desenvolver o potencial do indivíduo, as crianças que se desenvolvem  no método tem  uma postura mais concentrada e responsável.

Pqm:
Existe uma idade mínima para começar? Qual a idade que uma criança pode começar a fazer?

Não há idade mínima. As crianças que sabem contar até 10 já podem iniciar os seus estudos.

Pqm:
Uma criança ainda não alfabetizada pode fazer Kumon de português, por exemplo?

À partir de setembro de 2014 serão utilizados novos materiais que visam atender aos não alfabetizados, inclusive adultos e alunos especiais.

 Pqm:

Quanto tempo dura em média uma disciplina?

O Kumon é dividido em estágios e cada disciplina tem seu programa específico. O tempo de duração é variável, depende do ritmo de cada aluno.

Pqm:
A maior parte dos pais que inscrevem seus filhos no Kumon buscam o quê?

Muitos pais confundem o Kumon com reforço. Na entrevista inicia com os pais deixamos claro que o foco é outro.

Pqm:
Como funciona o método? E o material?

O Kumon solicita aos pais que permaneçam pelo menos durante um ano, com duas aulas semanais e deveres diários. O material é desenvolvido por especialistas do método Kumon e é o mesmo utilizado em 48 países. Só o material de Língua Pátria é exclusivo do Brasil.

Pqm:
Na sua avaliação, o Kumon ajuda ou atrapalha no rendimento escolar? Por quê?

Depois de 20 anos como orientadora afirmo, sem sombra de dúvida, que os alunos que fizeram o Kumon com seriedade são muito bem sucedidos.


Pqm:
É correto afirmar que o método estimula o autodidatismo? De que maneira?

O lema do Kumon é desenvolver o potencial através do autodidatismo. Os alunos vão avançando no material didático e muitos ultrapassam os conteúdos da série escolar, aprendendo apenas com os exemplos do material.

Pqm:
Crianças com necessidades especiais podem estudar lá?

Sem dúvida! Na unidade do Sudoeste temos alunos com necessidades especiais com excelente aproveitamento.


Pqm:
O Kumon serve como um complemento para a escola?

Nós atendemos milhares de escolas ao redor do mundo. Como o nosso objetivo é o desenvolvimento do potencial, qualquer linha pedagógica é bem atendida.

Pqm:
De que maneira o Kumon ajuda na escola?

Tornando o aluno mais concentrado, com maior capacidade de execução de tarefas, desenvolvendo a verdadeira autocorreção e trabalhando os conteúdos desde a base.

Pqm:
Meu filho não é muito concentrado, o Kumon pode ajudar?

A concentração pode e deve ser desenvolvida, inclusive nas atividades de lazer. Dificilmente o  a criança se desconcentra no videogame, porque não ensiná-la nas atividades de estudo.



A Sônia é um amor, né? Faz toda a diferença, viu? Recomendo.

Bjim,
Cidália

*Este post não é publieditorial

3 comentários

  1. Oi ,seu filho ainda faz kumon?
    Obteve bons resultados ?

    ResponderExcluir
  2. Bom dia meu filho tem defcit de atenção ,tem 12anos e está na 6°serie.minha pergunta é ele pode melhorar com o método Kumon

    ResponderExcluir
  3. Olá. Não sou a pessoa que foi entrevistada, mas tive experiência com o Kumon e espero que isso possa ajudar....
    Meus pais me colocaram no método quando eu estava na sexta série, assim como seu filho; mesmo tendo feito apenas o Kumon de matemática, a forma de aprendizado aliando a quantidade de cálculos ao tempo utilizado, além da questão de tarefas diárias, me auxiliou muito na escola e na vida em geral.
    Não sei se ele tem dificuldade em matemática ou em alguma outra matéria, como português ou inglês, mas eu te aconselharia a entrar em contato com o pessoal da unidade mais próxima de vocês e ver se é possível realizar uma avaliação inicial com ele.
    Eu penso que isso possa ser um bom investimento para o futuro dele!

    ResponderExcluir