Entrevista: troca dos dentes de leite

Meninas, hoje temos uma presença ilustre aqui no blog: Dra. Patrícia Zambonato Freitas da clínica Afinitá.

Ela é especialista em ortodontia de crianças e adolescentes e fez a gentileza de conversar com o Pra quem é mãe sobre a troca da dentição de leite. Chega de conversa e vamos ao assunto.


Pra quem é mãe (Pqm):
Existe uma idade ideal para início e fim da troca da dentição? A partir de que idade devo me preocupar?
                
Não. A fase de troca da dentição varia de criança para criança, sendo a época mais comum entre os 5 e 7 anos de idade.




Pqm:
Há uma ordem de nascimento dos dentes permanentes?

Não há regras, mas geralmente os primeiros dentes de leite a cair são aqueles que apareceram primeiro na boca, ainda bebê. Lembram-se da emoção quando o primeiro dentinho apontou na boca? Pois é, na maioria das vezes, estes serão os primeiros a serem trocados: os da frente e do arco inferior (na mandíbula), chamados de incisivos centrais inferiores. Existe uma “estimativa” de sequência, mas variações ocorrem e não são motivos de preocupação.  

A sequência das primeiras trocas geralmente são: os dois incisivos centrais inferiores, seguidos pelos dois incisivos centrais superiores, e depois volta para o arco inferior: os dois incisivos laterais inferiores e a primeira fase de troca de dentição acaba com os dois incisivos laterais superiores.  Por que chama-se primeira fase? Porque, após a erupção dos primeiros molares permanentes e das trocas dos incisivos, há um período de “repouso” na troca de dentição, onde os outros dentes estão terminando de se formar para iniciar o período de troca, que ocorre entre 8-10 anos. Mas  variações ainda podem ocorrer!!!


Pqm:
A criança pode ficar mexendo no dente mole?

Sim, a criança pode ficar, o que é muito comum pela própria curiosidade natural infantil, mexendo no dente com mobilidade. O importante é saber se esta mobilidade dentária é natural  porque já está na hora cronológica da substituição, ou se é  devido a alguma alteração menos comum: trauma, lesão cariosa, entre outras.


Pqm:
É melhor esperar cair ou arrancar?

O melhor é deixar acontecer a exfoliação espontânea do dente mas, em alguns casos, é necessária a intervenção do odontopediatra. Por exemplo, toda vez que o dente permanente começa a aparecer atrás ou à frente do dente decíduo, é necessária remoção cirúrgica para que o dente permanente possa chegar na posição ideal.


 Neste caso, os dentes permanentes irromperam atrás do dente decíduo, e foi necessário a remoção.

Pqm:
Com vou saber se o dente está mole por causa da troca de dentição ou se meu pequeno bateu o dente em algum lugar?

Primeiramente, tentar lembrar-se ou questionar o seu filho(a) sobre algum trauma. Caso a resposta seja negativa, e a criança não esteja na faixa etária de troca de dentes, o ideal é fazer uma avaliação com o odontopediatra.

Pqm:
É normal o dente permanente começar a nascer tortinho, com manchas ou amarelados?

Sim. Se estiver faltando espaço, o dente pode nascer torto. Quanto a cor, o dente permanente é mais amarelado do que o dente de leite, porque têm mais cálcio e é mais forte. Quanto as manchas, se ocorrerem, o ideal é ser avaliado pelo odontopediatra, já que há vários tipos de manchas.


Pqm:
Meu filho caiu e o dente de leite caiu. O dente permanente poderá não nascer? Essa pancada pode afetar o dentre permanente?

O mais comum, na avulsão total de um dente decíduo, é a não influência sobre o dente permanente ou pode ocorrer, de o dente permanente antecipar a “erupção”  na cavidade bucal. 

O dente permanente pode ser afetado em casos onde o trauma leva à intrusão, ou seja, o dente decíduo penetra no osso em direção ao germe do dente permanente e lá permanece. Cabe lembrar que, em casos de traumatismos, sempre deve-se procurar um odontopediatra para avaliação e definição de conduta.


Pqm:
Sempre que o leite de leite cair haverá outro permanente para nascer no lugar?

Hummm, o correto é SIM! Mas não é incomum a ausência de formação de alguns dentes permanentes, como os incisivos laterais superiores e os segundos pré-molares. Esses dentes permanentes podem não nascer, e neste caso o ideal é uma avaliação pelo odontopediatra que solicitará uma radiografia para verificar se há ou não o dente permanente. Caso não haja um dente permanente para substituir, em geral não ocorre a exfoliação do dente decíduo, e este pode permanecer na boca durante muitos anos.

Pqm:
Há alguma restrição alimentar enquanto o dente está mole? Ela tem que evitar alimentos duros, por exemplo?

Não, de forma alguma. Os alimentos duros servem como estímulo para “amolecer” mais rápido o dente.

Pqm:
O que os pais devem fazer quando perceber que o dente está ficando mole?

Acompanhar!!! O ideal é que toda criança a partir dos 6 meses de idade frequente o odontopediatra a cada 6 meses.

Pqm:
O que os pais podem fazer se o dente permanente começar a nascer antes de o dente de leite cair? Isso é comum?

Sim, é comum...muito comum. Nem sempre o dente de leite cai sozinho...  E não se preocupem, são alterações normais que podem ocorrer nas trocas dentárias. Sabe por quê? Às vezes o dente permanente irrompe atrás do dente de leite, principalmente no arco inferior, e nesses casos é necessário fazer uma visita ao odontopediatra... 

O profissional necessitará remover o dente de leite para dar espaço para o permanente chegar ao seu destino final. O dente permanente só conseguirá chegar ao seu “lugar”, quando o dente de leite tiver sido removido.

Pqm:
Depois que os dentes de leite caem, em quanto tempo deve nascer o permanente?

Depende muito... O mais comum é que o dente permanente aponte quando o dente de leite exfolia. Por quê? O dente de leite cai devido à pressão exercida pelo dente permanente que estará querendo irromper.  Assim, ele não demorará muito a aparecer na boca (média de um mês). 

Caso demore mais de 30 dias e não haja sinal algum que o dente permanente irromperá, é importante o acompanhamento do odontopediatra. Essa situação ocorre principalmente quando o espaço para o dente permanente é muito pequeno (falta de espaço) ou quando têm gengiva fibrosa e desta forma, dificultará o processo.


Pqm:
É normal que mais de um dente de leite caia de uma só vez?

Sim!!! Não há problema algum mais de um dente “cair” ao mesmo tempo.


Vejam só, a “janelinha” no arco superior e inferior do mesmo lado e ao mesmo tempo.

  
PATRICIA ZAMBONATO FREITAS
Especialista em Ortodontia (crianças e adolescentes)



2 comentários

  1. Normal uma criança de 4 anos e 5 meses o dente ficar mole a ja vim nascendo outro

    ResponderExcluir
  2. Minha filha trocou os dois primeiros dente de leite. Um ta nascendo no lugar certo e o outro está nascendo mais pra dentro da boca, vai subir pro lugar certo?

    ResponderExcluir