Dia de dormir na cama da mamãe

Lá em casa era assim: mãe, posso dormir na sua cama hoje’? Ótimo, maravilha, mas era assim todos os dias. Isso quando eles não acordavam de madrugada e, quando percebia, já tinha um enfiadinho na minha cama.

É uma delícia dormir agarradinho com sua cria (eu adoro), mas todas as noites? Cansa, né? Para acordar no outro dia linda e bem disposta é praticamente uma missão impossível.

Eu já não aguentava mais esse entra e sai de madrugada na minha cama, não conseguia dormir nadinha. Sei que há pais que conseguem, mas infelizmente não sou desses. Então, foi aí que tive a bela ideia de instituir um único dia da semana para que as crianças pudessem dormir na minha cama. Instituí às sextas-feiras (porque no dia seguinte não trabalho, rs).

Meninas, foi a melhor coisa que fiz. Percebi que eles ficaram mais sossegados com relação a dormir na minha cama, o que é perfeitamente natural. Se eles sabem qual o dia da semana irão dormir na minha cama (e sabem que há esse dia), não ficam me pedindo isso todas as noites e nem levantando de madrugada, sorrateiramente, para se enfiar debaixo do meu edredom. Mais uma vez a boa e velha relação entre rotina x segurança.

E poxa, quem não gosta de dormir com a mamãe?
Faz parte também... além disso, eles querem e acho que não me custa nada fazer esse carinho uma fez na semana. Eu também gosto de dormir com eles, acho delicioso.

Foi assim que consegui manter esse mimo para eles e para mim sem perder as minhas noites de sono.

bjim,
Cidália


p.s.: claro que às noites de sextas não são bem dormidas, mas tudo bem... vale à pena porque daqui a pouco ninguém mais vai querer dormir na minha cama mesmo.
Vou aproveitar! ;)

Nenhum comentário

Postar um comentário