Rotina rápida de limpeza da casa

Quem nunca se perdeu no meio de tantas tarefas: casa, trabalho, reuniões, filhos, diaristas, blá, blá, blá. Então, de uns tempos para cá descobrir que a organização e o planejamento são dádivas para fazer você conseguir fazer bem mais coisas do que você se acha capaz. Li em algum lugar que a primeira coisa que te ajuda de verdade a se organizar é fazer listas! Me identifiquei na hora porque adoro uma lista, anoto tudo que tenho para fazer: compromissos, planos, lista de desejos, tudo, tudo mesmo. Embarquei nessa onda... resolvi fazer listas para facilitar minha vida tão agitada.

Estava muito cansada de ter que deixar anotado tudo o que gostaria que minha diarista fizesse todos os dias, isso tava me cansado demais.

Parêntese...
Aliás, essa é dica da dica: compre um caderno para você e sua diarista. Acredite, dá um trabalhinho, mas vale apena e melhora sua comunicação com ela. Anote nele todas as tarefas que gostaria que ela deixasse pronta naquele dia. Isso tem muuuitas vantagens: você escolhe quais dias serão limpos determinados cômodos; você não precisa ligar do seu trabalho para passar as instruções do dia (me sinto constrangida de falar desses assuntos no meu trabalho); você não precisa esperar ela chegar para conversar e ela não tem como esquecer do que você pediu para fazer. 
Fecha parênteses...

Mas um dia você cansa de ter que anotar sempre as mesmas coisas. E esse dia chegou para mim. Então resolvi fazer uma rotina semanal das tarefas de limpeza que ela deveria seguir todos os dias. Se-sa-ci-o-nal! Sei que não descobri a pólvora, que muitas mulheres já fazem isso, mas eu não fazia. E foi uma libertação, juro!

Resolvi dividir as tarefas por cômodos: em cada cômodo descrevi o que a diarista deveria fazer e a ordem das tarefas também. Por exemplo, todas as segundas ela fará exatamente as mesmas tarefas e, assim, tenho um cômodo da casa sempre limpa sem ter que anotar tudo todos os dias e sem sobrecarregar a diarista.

Cada dia da semana priorizei uma limpeza mais ´pesada´ em determinado cômodo para não concentrar tarefas demais um dia só. Procurei balancear tarefas mais leves com as mais pesadas.

Com isso, consegui programar os dias de troca de lençóis de cama, de toalhas de banho, a lavagem do banheiro, do tapete, definir o horário de servir o almoço, tudo! Claro que ainda deixo uma coisa ou outra anotada no caderninho (não o abandonei), mas anoto bem menos itens hoje em dia. Essa pré-definição de tarefas também ajuda o trabalho da pessoa que está te ajudando porque ela já sabe o que deve fazer naquele dia. O que mais anoto hoje está relacionado à comida e essas coisinhas que sempre aparecem de última hora.


Poderia dizer que a maior vantagem que vi nisso é que pude planejar a limpeza de cada cômodo da casa uma única vez. Sei que as tarefas são feitas e não tenho mais que me preocupar com isso. Se você quiser baixar a rotina de tarefas que fiz lá para casa, clique aqui. Lembrando que essas tarefas funcionam para mim, adapte essa rotina para suas necessidades, certo?

Meus próximos passos nesse quesito são:
      um) fazer um cronograma da tarefas que não precisam serem feitas todos os dias, mas sim uma ou duas vezes a cada mês, como limpar geladeira, janelas, armários, tirar as roupas do armário para arejar, essas coisas;

      dois) fazer uma cardápio semanal para definir melhor as refeições.

Assim que fizer e testar tudo isso, volto ao assunto e conto para você como foi. Com todas as dicas, é claro!

E você, como faz para se organizar com sua diarista? Farei uma seleção das melhores dicas o postarei como ´parte 2´ deste post.

Um xero,
Cidália 

Nenhum comentário

Postar um comentário